Parabéns pra você

terça-feira, 30 de outubro de 2012 00:48 Postado por Arielle Gonzalez
Oi.Como estão as coisas por aí?
Já faz algum tempo que não te escrevo. Não é como se eu não pensasse em você, é só que tenho a impressão de que ninguém entenderia.
Hoje eu falei a seu respeito na praia, de como você arruinou todas as chances de um casamento perfeito. Quando esse dia chegar, entrarei na igreja sozinha e chorando. Ouvindo a tua voz em tom de risada dizer que finalmente você se livrou de mim. Eu vou chorar pra cacete, de felicidade, é lógico, e por você não estar ali, em carne, osso e piadas de mal gosto, falando que existe idiota pra tudo nesse mundo, até pra ficar comigo. 
Pois é, são 46 anos! Olhando para as suas fotos, que estão ligeiramente desatualizadas, nem parece. Esse emaranhado castanho claro que você chamava de cabelo não tinha os fios brancos que a idade impõe, por outro lado, a sua barba, permanentemente por fazer, tava pra lá de esbranquiçada. Acho que a sua alma jovem entrava em conflito com o seu corpo de homem adulto, atrasando aos poucos o processo de envelhecimento. Tanto bom humor interferia na sua imagem, tornando impossível te ver como nada além de um garotão. É assim que sempre me lembrarei de ti.
Não sei como funciona esse negócio de além, mas se você pode ver a gente daí, deve estar preocupado com o rumo que as coisas tomaram. Te garanto que estamos todos tentando fazer o melhor, ligeiramente perdidos, cada um do seu jeito e assombrados pela falta que você faz. 
Falando em falta, o Lex está aprendendo aos poucos sobre você. Será impossível explicar para ele que o pai dele foi um cara de batalhou até o último segundo, alguém que nunca se deixou abater, sempre foi justo e dono de um senso de humor sem igual. Nem que eu divida uma vida inteira de memórias com ele chegarei próximo de mostrar o quanto o nosso pai foi um ser humano fora do comum. 
Eu só queria te dizer que não me esqueci daquele ano que não me lembrei do seu aniversário. Ironicamente, desde quando você se foi, nunca mais consegui deixar essa data passar em branco. Não tenho mais o que comemorar, é verdade, mas esse continua sendo o seu dia. 
Obrigada por tudo, ainda que pareça pouco agora. Você me ensinou a sonhar alto, sempre honrar promessas e lutar de volta quando a vida resolve botar a gente na lona. Foi contigo que descobri a necessidade de sorrir apesar das rasteiras, fazendo graça das reviravoltas que deixam a gente sem chão. Desde cedo aprendi que nem sempre a justiça é feita, mas que nem por isso devemos trair nossos princípios e valores. E mesmo você achando que de tanto você trabalhar, os filhos nasceram cansados, nunca me esquecerei que um futuro brilhante é a gente que constrói, com muito suor e sacrifício, e esse tipo de coisa só vale a pena quando temos a nossa família por perto.
Que você se reúna com os melhores, beba umas brejas, coma a vontade e dê muitas risadas (supondo que vocês fazem isso por aí, seja lá onde for).

Eu te amo. 
Parabéns,
da sua Chatielle

0 Response to "Parabéns pra você"

Postar um comentário